. Meu querer.

Alan Blair ~

Foto e Poesia por: Alan Blair

Eu queria ser errante
inquieto, inconstante.

Ser invisível, irredutível
indiferente, impreciso.

Eu queria ser um nó
Um laço firme, uma costura

Mão-com-mão, uma agulha
Cicatriz,
Queimadura.

Eu queria era ser livre
Vento solto,
Água crua,

Ser filhote
Alma nua,
Corpo
Tato
Ter ventura.

Eu queria ser o dono da coragem que há no mundo.

Anúncios

3 comentários sobre “. Meu querer.

  1. Eu queria ser o mundo, ou mesmo um solo fecundo e não esse ser errante e estéril, um ser fantasmagórico… Uma assombração…. Abraços, mais um poema inspirado. Parabéns.

  2. Oi,

    Belo poema… mais um, como de costume.

    Queria ser e ter muitas coisas que há nesse poema também.

    abs,

    felicidades hoje e sempre.

    Valmique

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s