O dono das flores.

Alan Blair ~
Foto e Poesia por: Alan Blair

para Caio F.

Viveu sozinho por 43 anos.
Depois disso, mudou-se para o interior do interior e foi, ainda só, cultivar um jardim.
Não importava-se com tal solidão, ou com a casa sempre vazia.
Do jardim, ele sempre escutava risos e suspiros e aromas de todas as cores, e florescia logo cedo com um sorriso enraizado na pele.
Dizia ele: “Quanto mais flores, mais amores.”

Anúncios

5 comentários sobre “O dono das flores.

  1. Pra ser sincera não sinto cheiro de natal, mas adoro essa época do ano…
    Se bem que me identifico mais com o Réveillon mesmo, vai entender!

  2. Seus textos são pura poesia. E cada um tem vida prória que pulsa, lateja, de tão profundamente humanos que são. Adorei. Sou também a dona de um vale de flores, cada uma com um parte viva de mim… Esse jardim você sabe onde encontrar: no meu blog onde escrevo o meu jardim… Beijos.

  3. Kralho, se eu contar, vc nem acredita. Senti saudades de alanblair, mas jah nem sabia mais por onde ele andava. Msn? nem o vejo on. fotolog? eu jah nem tenho. mas ae, procurando no flickr imagens de pimenta p um trabalho da facul, eis q vejo uma foto editada com rabiscos… reconheci! era quem eu procurava. boa coincidência. ÓTIMA! vê se aparece, seu marmota! saudades. PS: nem sei se vai lembrar de mim… 😦 hugo_lp?
    abraçooooooo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s