– o choro de Morena.

Alan Blair ~
Foto e Poesia por: Alan Blair

Morena morreu enferma de tristeza.
Deixou sua casca na terra e virou estrela no céu.
Era doce o mar, até Morena chorar.
Salgou-se, pois, das lágrimas de Morena o doce mar, que, em troca,
evaporou seu doce para Morena parar de chorar.

Anúncios

Um comentário sobre “– o choro de Morena.

  1. Morena, morena… Suas lágrimas são água benta. E purificam-me de todo pecado. E livram-me de todo sofrimento. Chore de saudades, chore de tristeza e quando me vir, chore também de alegria. Pois suas lágrimas puras, embevecidas de amargura, aos meu lábios tornar-se-ão doces, fruta madura. Deixa-me secar suas lágrimas com meus beijos, e findará toda dor. E nascera todo júbilo. Onde pingaram suas lágrimas sentidas nascerá flor branca em tudo ferida. Mas a mais bonita em todo o meu jardim.
    Um abraço amigo lindas, lindas, palavras. És meu poeta preferido.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s