– o choro de Morena.

Alan Blair ~
Foto e Poesia por: Alan Blair

Morena morreu enferma de tristeza.
Deixou sua casca na terra e virou estrela no céu.
Era doce o mar, até Morena chorar.
Salgou-se, pois, das lágrimas de Morena o doce mar, que, em troca,
evaporou seu doce para Morena parar de chorar.

Anúncios

Um comentário sobre “– o choro de Morena.

  1. Morena, morena… Suas lágrimas são água benta. E purificam-me de todo pecado. E livram-me de todo sofrimento. Chore de saudades, chore de tristeza e quando me vir, chore também de alegria. Pois suas lágrimas puras, embevecidas de amargura, aos meu lábios tornar-se-ão doces, fruta madura. Deixa-me secar suas lágrimas com meus beijos, e findará toda dor. E nascera todo júbilo. Onde pingaram suas lágrimas sentidas nascerá flor branca em tudo ferida. Mas a mais bonita em todo o meu jardim.
    Um abraço amigo lindas, lindas, palavras. És meu poeta preferido.

Deixe uma resposta para Giordana Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s