~ indo.

Alan Blair ~
Foto e Texto: Alan Blair

Deixei recados na porta da geladeira avisando que vou-me
embora amanhã de manhã.

Deixei o quarto vazio, a estante vazia e a cama sem colchão,
mas enchi minha mão com possibilidades e
enfiei tudo dentro do meu bolso.

Na medida que pegar a estrada, vou soltando, de pouco em vez,
fazendo minha pequena enorme trilha.

Se não para o sempre, talvez para o infinito.

Anúncios

2 comentários sobre “~ indo.

  1. Temos de deixar sempre uma trilha que nos dê a sensação de segurança de um dia poder voltar. Mesmo que não se volte nunca. E mesmo que não se queira realmente voltar…
    Lindo poema amigo, parabéns.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s