dramin

Alan Blair ~
Foto e Texto: Alan Blair

Durante todo o ano foram vinte e nove ônibus,
sempre indo e sempre tendo que voltar.

Durante todo o ano eu venho aprendendo a crescer,
mas até agora não consegui aprender a conviver com toda essa ausência.

Durmo em um quarto de quatro paredes e sem janela.
Durmo em um quarto de quatro saudades e sem saber como aguentar.

Anúncios

3 comentários sobre “dramin

  1. Seus creditos tao colocados no final do texto, eu tinha esquecido 8D

    tem duas frases ali q copiei de vc, e que couberam muito bem no que eu queria expressar.
    Vê se não some, bergamotinha.
    E vem me visitar aqui em jf qualquer dia desses!

    =***

  2. Essas ausências que nos aprisionam em quatro paredes, que são fruto de nosso amadurecimento, são a parte mais difícil de crescer. Será possível sobreviver a isto? Um abraço amigo, saudades.

Deixe uma resposta para giordana medeiros Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s